quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Ser saudável sai caro!


Há mais de um ano, a minha alimentação foi repensada devido a problemas de saúde. Interesso-me muito sobre o assunto e leio muitos artigos. Mas não gosto de hipocrisias, porque afinal comer bem é um luxo para muita gente. Por isso, não gosto de certos comentários que fazem dos pais maus meninos porque alimentarem mal os seus rebentos. Mas alguém lhes perguntou se têm dinheiro para isso? Ora vejamos...

O preço das frutas e legumes frescos são imensamente caros. O fiambre de peru/ fiambre custa o dobro do que o de porco. A carne branca é pouco acessível enquanto que a carne de porco é muito barata. Nem vou falar do peixe. Se quiser pão integral ou de cereais, é preciso contar com 3€ o quilo. Iogurtes que tenham pouco açúcar e gordura são muito mais caros do que os de marca branca que por vezes não são tão bons em termos nutricionais. Bolachas, vão pelo mesmo caminho. 5€ por cereais de pequeno almoço não devem ser opção para todas as bolsas. Natas e leite de soja custam o dobro. Massas e arroz integral são bastante caros. Margarina em vez de manteiga é uma opção mais onerosa. E a lista estende-se, estende-se.

Considero-me da classe média mas defini esta prioridade. Opto por alimentos saudáveis apesar de isto ter um peso significativo na carteira. A alimentação saudável deveria começar nas escolas e deveríamos começar a ver a obesidade infantil para além de percentis de massa gorda, porque este é um problema social antes de mais nada... Há pessoas que não têm opção. Porque comer bem, é caro!

13 comentários:

Me disse...

Felizmente não tenho que olhar para o preço das coisas... mas sempre que alguém me chama a atenção para esse tipo de questão, tento da vez seguinte que vou ao supermercado confirmar essa triste realidade... que infelizmente é bem real.

Acho sinceramente que fazes muito bem em tomar essa opção!

Já agora querida, como está o teu pai a aguentar-se?

Bisouxxx

Marisa disse...

Costumo a reparar para os preços dos produtos, mas há certos alimentos que não dispenso a boa qualidade mesmo que para isso tenho de dar o dobro do dinheiro. No entanto tambem compro muitos produtos de marca branca, que depois de testados passam a fazer parte da rotina cá de casa!

MIM disse...

Eu não diria melhor!!!

tatanita disse...

Aiii como eu concordo com tudo que escreves-te.... comer bem sai muiiiito caro. É a nossa triste realidade!!!

Verinha disse...

É que tens toda a razão!

Eu noto principalmente no peixe, é mesmo muito caro! Eu peixe só vou ás promoções normalmente.

Chuva de Prata disse...

Na Madeira temos a sorte de poder ter uma horta (ou de conhecermos alguém que tem) e assim pelo menos nos legumes poupamos.
O peixe também acaba por ser uma excelente escolha, aqui há muita variedade e bons preços!
Mas evidentemente há produtos que não dá para poupar. E a verdade é que fazer uma alimentação saudável fica muito mais caro...

Rita G. disse...

Focaste um assunto muito importante e concordo totalmente contigo! Tb procuro alimentar-me de forma saudável e sei o que a minha carteira sofre! Bj:-)

um palmo de arte disse...

É bem verdade...infelizmente isso até acontece mais nos produtos de primeira necessidade: frutas, legumes, peixe....triste realidade mesmo.
Beijinhos,
Isabel

100 segredos disse...

Concordo contigo. É uma exorbitância. Se me puderes mandar a receitinha agradecia, é para os anos do papá no Sábado. ;)

sreis1979@gmail.com

Beijinhos

Jojozinha disse...

concordo plenamente e digo-te que não posso comprar os cereais saudáveis todas as semanas por isso mesmo! O sócrates em vez de andar para aí envolvido em escandalos podia tirar o cu da cadeira e fazer alguma coisa pelos portugueses em vez de andar a mamar à nossa custa...

chapeu de sol amarelo disse...

é mesmo verdade...

*C*inderela disse...

Concordo inteiramente ... ter uma boa alimentação sai caro.

Bjokas*

Ana Guerreiro disse...

de facto, como profissional de saúde revejo-me nesse dilema todos os dias, uma vez que aconselho aos meus pacientes que mudem algumas coisas na sua alimentação. Sei que algumas coisas são mais caras mas faço ver que a longo prazo será uma mais valia, pois poderá que não ter que gastar tanto em medicamentos. De qualquer forma está tudo trocado, o que é mais saudável deveria ser mais barato, pois ajudaria a manter uma população mais produtiva e feliz. Enfim, a mudança tem que começar por nós! comprar-mos menos umas coisas e mais outras, no inicio pode ser dificil, mas com o tempo encontramos um "ponto de equilíbrio".
Aliás, este é o nome do meu programa na RUA(rádio universitária do Algarve) que irá para o ar brevemente.
Irei dar todas a dicas mais baratas, simples e rápidas que escervi no meu ultimo livro, infelizmente ainda á espera de edição. Mas de qualquer forma, irei partilhar neste programa porque a verdade não pode ser velada aos seres humanos por falta de editoras incrédulas. O facto é que pratico medicina chinesa e ainda não é legislada em Portugal.
Enfim amores perfeitos deste lindo blog, façam o melhor que conseguirem e evitem o açucar e fritos que nos degrada por dentro até à alma.
Abraços
Ana Guerreiro