sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Amizade amarga


Pessoalmente, sempre me magoou mais uma «traição» de um(a) amigo(a) do que de um namorado. Porque a amizade deveria estar acima de tudo. Sempre ouvi dizer à minha mãe «os amigos vêem-se no hospital e na prisão». E dou-me conta que ela tem muita razão.

Toda a gente sabe que estou a passar por uma fase difícil da minha vida. E o apoio dos amigos ajuda-me muito. Ou não. Há pessoas que me desiludem pela sua ausência. Sempre estive por perto quando precisam, sempre nos tivemos como melhores amigas e ainda nem me perguntaram «como correu a operação do teu pai?». E depois há aqueles que mal matinhámos contactos que me ligam de dois em dois dias a perguntar novas do meu pai e a saber como estou. E também há aquelas pessoas que nunca conhecemos pessoalmente mas que partilham conosco todas as nossas alegrias e momentos difíceis, como vocês!

Sinto-me magoada e injustiçada principalmente quando a tal melhor amiga fica chateada quando quer desabafar via msn os seus males de amores e eu não tenho tempo, quando nem me perguntou uma vez pelo meu pai. Porque é que certas pessoas não percebem que as relações têm que ser recíprocas, que temos que dar para receber. Eu sei que sou burrinha: dou sempre de mais e sofro com isso mas não consigo ser de outra forma. Porque a amizade não pode ser de outra forma: é uma entrega total, ou não é...

21 comentários:

Kika disse...

Pois é. e ás vezes são os mais próximos que mais desiludem, e vemos uma atitude muito bonita naquela pessoa que nem estavamos à espera.
Tenta chamá-la à razão...

Me disse...

Aconteceu-me isso em relação à minha irmã!

E aconteceu directamente com ela!
Uma melhor amiga de anos com quem tinha cortado relações há 4 anos, apareceu mal soube que ela estava doente e voltaram a ter a relação de sempre. Por outro lado, quando ela teve agora a recaída, uma outra grande amiga, em vez de a apoiar e a ouvir, só dizia que estava muito mal por causa do gato que tinha morrido! (e nós somos MESMO pelos animais... mas o que é que vale mais... a vida em risco da N. ou o gato...?)!

Entendo-te perfeitamente!

Bisouxxx

E, já agora, que não tens dito, como anda o papá?

Diaboderoupacurta disse...

Como eu te compreendo...

Dina disse...

É bem verdade que é quem mais amamos que mais nos desilude e nos faz sofrer.

Me: acho estas situações tão injustas. A situação é muito parecida: a mim queria falar do facto de não ver o namorado durante a semana e que estava cheia de trabalho. Pode parecer egocêntrico mas naquela altura não me apetecia estar a animar alguém, sobre temas que para mim eram completamente fúteis em relação ao que estava a sentir no momento.

O meu pai vai hoje para casa (notícia com menos de uma hora). Agora é aguardar os resultados e voltar à consulta. Espero que só venham depois do Natal porque seria demais para o moral dele voltar a passar um Natal no Hospital...

Bjinhos e mais uma vez obrigada ;)

Verinha disse...

Pois há pessoas que ás vezes se tornam muito egoistas e nem se lembram do sofrimentos dos outros, e isso degrada uma amizade.

Não sei se é por isso ou não, que eu não consigo dar tanto como antigamente, não consigo criar laços tão fortes como antigamente, ando sempre à cautela, ainda que inconscientemente.
Tento sempre não me deslumbrar com as pessoas, porque depois a queda é maior.

Ainda bem que o teu pai já vai para casa. Vais ver que tudo vai correr pelo melhor caminho, é preciso ter fé, acreditar que as coisas boas acontecem, e ter pensamento positivo, acho que isto é meio caminho andado para o sucesso!

Bjks grandes miga

agirlcallednanda disse...

é sempre assim infelizmente!!
foi quando andei um ano doente que descobri que amigas amigas não tinha quase nenhumas :(

sol disse...

A tua mãe tem toda a razão!
Normalmente quem nos desaponta é sempre quem nós não estamos á espera, amigos verdadeiros há poucos!!!
Fico feliz por o teu pai ter alta!

bjos

*C*inderela disse...

Normalmente uma pessoa só é boa para ouvir desabafos, agora quando é para desabafar já ninguém tem tempo para nós e nem se interessam. Já apanhei muitas amigas assim. Mais vale poucas mas boas*

Alexandre disse...

Concordo! Já tive um desgosto de amizade e foi a pior coisa do mundo. =/

Kitty disse...

POIS OS QUE EU GOSTO TAMBEM SAO CARISSIMOS MAS TAMBEM ME DURAM PC...
AGR TH O ULTIMO LIVRO SAGA TWILLIGHT PA LER MAS CM N HA TOSTOES TOU A MEIO...
TH LI OS 3 PRIMEIROS NUM MES E MEIO...
BEIJO

Me disse...

Que bom querida! Mais um avanço!

Eu estou a torcer para isso! Sei bem o que é passar o Natal no hospital e também não quero passar mais nenhum! (já tenho a minha whishlist agendada com esse pedido especial ;) )

Bisouxxx

M* disse...

Espero que o teu pai esteja bem :D
Concordo contigo, muitas vezes os que julgávamos melhores amigos são aqueles que mais nos desiludem ...
Força!

Elisabete disse...

Também escrevi um texto a falar um pouco disso mesmo!
Parece-me que as pessoas vêm uma relação de amizade de formas diferentes. Como qualquer relação, também a de amizade precisa de investimento...Sinceramente fico triste quando me procuram apenas quando estão mal, as amizades são para todas as ocasiões...
Eu não consigo estar a queixar-me quando sei que a/o outra/o está numa situação "pior" que a minha, já me criticaram por isso porque a minha ideia "de pior" ou "melhor" pode não ser a mais correcta, mas não consigo.
Parece-me que é cada vez mais difícil sabermos quem realmente está do nosso lado...
Bjs e continuação das melhoras para o teu pai.

Sophia disse...

Como eu te entendo... **

Mónica disse...

É nos momentos mais dificeis, que se vê, com quem se pode contar realmente! Estes momentos, servem para vermos quem são os verdadeiros amigos. Espero que o problema do teu pai seja ultrapassado o mais rapidamente possível. Estou a torcer por isso. Muita força.

Megan disse...

Selinho no meu blog

Enquanto dormes disse...

A amizade, para mim, é um amor sem paixao.
Uma amiga é uma irma que podemos escolher.
Conhecidos temos imensos, sempre.. mas os verdadeiros amigos na verdade sao 2 ou 3, estou errada? Entre os nossos verdadeiros amigos, aqueles que chamamos de "melhores", não pode existir distancia, espaços em branco, lacunas de atençao e carinho. Não pode faltar mimo, preocupaçao, fidelidade, companheirismo...


Dá-lhe tempo, chama-a à razão.

passei por uma experiencia pareciada ha pouco tempo, muitos textos do meu blog são sobre essa pessoa..

Um beijinho!

ONG ALERTA disse...

Amizade nao pode ter cobranca, tem de ser sincera e ter respeito, com sabedoria temos bons amigos ou deixa assim, paz.

Lillipops disse...

Eu distingo as amigas que tenho pelas amigas amigas e amigas dos copos, as amigas dos copos são aquelas que se riem com a gente quando está tudo óptimo, assim que passamos por uma fase complicada elas desaparecem e vão divertir-se com outros, as amigas amigas são aquelas que posso passar meses sem falar mas quando voltamos a falar parece que não passou tempo nenhum e quando estou em baixa são essas que me apoiam e essas consigo contar pelos dedos de uma mão e já me dou por bastante contente =P

As melhoras do teu pai.

Violeta disse...

normalmente é nos momentos menos bons da vida que abrimos os olhos e vimos quem realmente se importa connosco...

força linda e as melhoras do teu pai...

beijocas bom feriado....

Kikas disse...

ai.. os amigos e as desilusões.. este assunto revolta-me e magoa-me, nem quero falar sobre isso :$