quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Sorte a minha...

Esta semana tem sido de loucos no trabalho: uma saga de reuniões com pessoas de nos dar urticária: uns malcheirosos, outros que monopolizam a conversa durante horas para não adiantar nada, uns clientes que não percebem que o que querem está errado, outros que chegam atrasados mais de uma hora, enfim... E depois são projectos a começar, são propostas a lançar, são edições a fechar.

O café tem sido um companheiro diário. E ainda sabe tão bem apreciá-lo numa esplanada ao sol. Hoje não foi excepção e quando o café já ia a meio, vejo algo que me chama a atenção colado dentro da chávena. Não era nada mais nada menos do que o bocado de pacote de açúcar que se rasga embebido em café. Mas como é óbvio, não era do meu pacote de açúcar. Mas digam-me: Porque é que eu atraio estas coisas?!!!


9 comentários:

agirlcallednanda disse...

lol...antes um papel que uma mosca!!:)

Me disse...

Os meus sogros têm um café e deixa-me dizer-te que não é muito difícil acontecer uma situação dessas... (mesmo pré-lavando à mão todas as chávenas!)!

Deixa lá! Era mesmo pior se fosse uma mosca ;)

Dina disse...

Vocês têm razão podia ser pior! Mas mesmo assim senti nojo. Afinal não sei onde o «dono» do papel andou com as mãos antes :)

Dina disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Verinha disse...

Podias sempre reclamar e pedir outro café. Assim bebias café e meio! lolol

Dina disse...

Foi o que fiz :)

Pecansis disse...

Só de ler fiquei agoniada. Há uns tempos aconteceu-me o mesmo.

Diaboderoupacurta disse...

Enquanto for só papel, não é nada. Já cheguei a comer num restaurante e quando reparei havia restos de comida seca e colada no prato, era peixe...e eu estava a comer carne. lol

Dina disse...

Se fosse comida, acho que me passava mesmo! Que nojo!!