quinta-feira, 9 de julho de 2009

A minha vida dava um post deprimente...


Hoje vivo num tornado de emoções. Tantos sentimentos contraditórios que me enchem de nostalgia. Nunca fui pessoa de falar do que sinto. Desde muito nova lidei com montanhas de sofrimento. Mas nunca consegui mostra-me a mim mesma a ninguém, somente fragmentos de mim. E mesmo assim, muita pouca gente teve esse privilégio. Criei uma armadura, onde o meu mau feitio é uma carapaça de protecção, que não me deixa ir abaixo e mostrar as minhas fraquezas.

Hoje, estou assim. Triste, sem vontade de nada. Sem forças, nem para me vestir, para comer, para falar. Sempre fui uma lutadora. Até que este país me sugou as forças e me transformou. Sim, a adaptação foi difícil porque as pessoas eram horríveis. Fui humilhada, mas levantei-me. Às vezes, perguntou-me onde passou a força da natureza que eu era. A minha vida estagnou e parece que não tenho por o que lutar. Ou tenho, mas não tenho forças.

Sinto-me sozinha. Sinto solidão mesmo quando estou no nosso grupo de amigos, que não é bem meu mas sim do L. Porque tudo o que mais prezo está longe de mim: os meus pais, a minha irmã, a minha sobrinha, a minha grande amiga J., enfim. Pergunto-me se fiz bem em sair de França, em sair de Vila flor. Mas se não tivesse saído da aldeia, sei que hoje não estaria casada com o L. Nada me satisfaz: o trabalho, os meus amigos, o L., sei lá... Estou a navegar num rio de emoções que me leva à deriva. Preciso de atingir a berma mas a corrente puxa-me para baixo. Sou assim, um recinto de emoções opostas que convivem de mãos dadas. Hoje estou assim, amanhã já poderei estar a sorrir... E que bem que me faria agora um abraço e um sorriso verdadeiro...

13 comentários:

Rosie Dunne disse...

tenta pensar mais nas partes positivas de te teres saido daí. os problemas e as partes menos boas ficam assim mais escondidinhos. :)

Segundo Olhar disse...

Venho aqui deixar-te um beijinho grande e um xi apertadinho!

Eu compreendo-te perfeitamente. Às vezes quando tomamos as decisões que na altura nos parecem as melhores e que têm mais lógica, é normal que algum dia vacilemos e duvidemos de nós próprias. Mas acredito que são dias e logo, logo chegamos à conclusão que foi o melhor.

Fica bem!

Liliana disse...

Este era o post tb indicado para mim hoje! Eu tb não sou mt certa nos meus sentimentos e tb utilizo uma carapaça de algum mau feitio para me sentir supostamente melhor...mas nem sei se resulta!

Olha linda, força e bola para a frente! Pensemos no presente e vivemos um dia de cada vez!

Beijo

kuka disse...

Acredita,todas temos momentos assim e mais do que pensas,a grande maioria também utiliza essa carapaça.Acredita que é uma fase.Mas tem força,isso vai passar.
beijinhos

Aninhas disse...

“Muito antes de o sol surgir no céu e até mesmo antes de ter sido criado o seio da Mãe Terra no qual vivemos, nunca existiu ninguém exactamente igual a mim. Ninguém, no passado, teve exactamente as mesmas características que eu, a minha personalidade ou as minhas aptidões. Nunca ninguém cresceu ao mesmo ritmo, aprendeu as mesmas coisas ou reflectiu sobre a vida do mesmo modo que eu. Nem existe nenhuma hipótese de que alguém venha a ter uma preocupação igual à minha porque não pode haver uma reprodução minha no futuro. O meu lugar na história está assegurado porque ninguém será como eu.
Sou o ser mais especial jamais criado." (Viagem Espiritual, Nicholas Sparks)

És única, lembra-te disso, sorri e sê feliz:-)

CITRAG disse...

A vida nunca é satisfatória a 100%, há sempre qualquer coisinha que falta...
Tenta passar o dia de hoje da melhor forma possível. Mima-te! Vai ver montras, vai ao cinema, dá uma volta por um parque, vai à praia, vai comer um crepe com gelado e cobertura de chocolate, telefona aos teus pais, à tua irmã, à tua amiga, fala com os amigos pelo msn, faz um bolo, ouve as tuas músicas preferidas, faz alguma coisa por te sentires melhor!
beijinhos grandes!!!

Bailarina disse...

Deixo-te um beijinho com muito carinho e um abraço muito verdadeiro...
Bijinho querida...

Dina disse...

Vocês são únicas, umas queridas. Têm-me ajudado muito através deste blog... Eu sou tão única que Às vezes acho que não sou normal! Mas sei que vai passar, que remédio :) Obrigada pelo reconforto, pelos beijinhos e abracinhos... Vou tentar destrair-me hoje e mimar-me mesmo que isso pressuponha-me encher-me de chocolate :)

Aninhas disse...

Sempre ouvi dizer que o chocolate tem uma propriedade qualquer que nos faz sentir melhor :-p Se for verdade!!! Vai um After Eight :-p

formiga disse...

Minha querida venho aqui eixar um beijinho de força. Estarmos num sitio onde apesar de conhecermos muita gente, sentirmo-nos sós é do pior que pode haver. Espero que esse estado passe rapidamente.

Beijinhos

fatucha disse...

Hoje reflecti-me em ti...usaste as palavras que eu ainda nao consegui usar...estou numa situação identica em deveria sentir-me feliz, mas nao consigo e entao isso esta-me a deixar triste e sem vontade de fazer nada, nao me apetece falar com ninguem...sinto.me triste...mas nao vim aqui para te deitar mais abaixo...sei q o tempo custuma ajudar e é isso q vai acontecer...Força!!! Beijos

Elisabete disse...

Como eu te percebo...Espero que já estejas um pouquinho mais animada e que a noite te corra melhor que o dia.
Beijinho e força

Goma disse...

Eu sei o que isso é!! Daqui para ai vai uma BEIJOKA ENORME de CARINHO!! Muito carinho!!

O meu blog vai estar ON AIR na Rádio Comercial, no programa: O meu blog dava um programa de rádio!! :)

http://gomacorderosa.blogspot.com/