terça-feira, 21 de julho de 2009

Atrás de um grande homem, sempre existe uma mulher...cansada, triste, chateada, stressada


Mas porque é que os homens são tão complicados?! Ou então é só o lá de casa?! Se vivo com ele é normal que seja ele a ver-me triste. Que seja ele a ouvir os meus desabafos? Mas porque é que se me queixo da prima, que me doi isto ou aquilo ou do trabalho,a única resposta que me dá é que eu estou chateado com ele, que ele paga sempre tudo, que a culpa é dele.
Já não aguento este clima. As dificuldades afastam-nos em vez de nos aproximar. E tudo por causa da família dele! Afinal não casamos só com uma pessoa: casamos com a família toda! E estou tão fartinha da dele.... só sabem infernizar a nossa vida. E o L. não consegue dizer «não» ou contrariar os familiares. Prefere agradar aos outros independentemente daquilo que possa sentir... Estou mesmo farta!

15 comentários:

Verinha disse...

Se há coisa que me irrita é esse tipo de homens que deixa que a familia interfira no casamento, eu graças a Deus consegui persuadir bem o B. a não deixar que isso acontecesse.
Tenta falar com ele explicar-lhe que se ele é teu marido é também pra isso que ele "serve", pra te ouvir e apoiar quando estás em baixo. O marido deve ser sempre a nossa maior muleta.

Bjks miga
Vai passar rápido estes dias vais ver!

Dina disse...

Tenho noção que nunca irá mudar. Mesmo que não concorde, não diz nada e não se impõe. E olha que a família dele já nos prejudicou e muito. E depois a má sou sempre eu, porque respondo e faço cara feia. Obrigada pelo apoio linda :)

Tita disse...

Ui compreendo tanto o que dizes... é uma sensação de impotência e ao mm tempo de traição, nós damos tudo e só pedimos alguma paz....E eles são incapazes de se pôrem ao nosso lado mm que achem q temos razão. é taõ mau...
Força querida!!!!

Miss Kitty disse...

Isso das famílias de ambos os membros do casal é mesmo complicado de gerir. Sei bem do que falas. O mais sensato talvez seja nunca criticarmos a família um do outro mas é muito difícil...

BJS*

Me disse...

Babe então???

Mais do que uma descrição do que se passa e procura de justificações, isso é um desabafo!

Acredita que daqui a uns dias não terá qualquer importância!

Felizmente não sei o que isso é! A família do R. (sogra incluída) é uma extensão da minha família em todos os sentidos!

Mas da experiência que tenho de amigas, o melhor que fazes (infelizmente) é ser tão hipócrita e falsa quanto eles... porque mais cedo ou mais tarde (acredita) o teu companheiro vai ver aquilo que hoje não vê (ou não quer ver!)!

Bisouxxx

Elisabete disse...

Um casamento é muito difícil de gerir, sempre o ouvi dizer. E pelo que vejo, na maior parte dos casos os problemas acontecem porque há sempre alguém que se mete demasiado na vida do casal. Começando pelos pais uns dos outros, que até ciúmes têm porque foste jantar mais a casa da família dele do que à tua...
Enfim...tenta levar isso da melhor maneira, porque também tu andas cansada e sem paciência, o que se calhar também não ajuda.

Beijinho e força...

Saltos Altos Vermelhos disse...

Dina, todas sabemos que não é fácil vivermos juntos então se mete a famelga no meio então aí é o caos! Mas sabes, tens de ponderar tudo muito bem! Primeiro e acima de tudo falar com ele! Mas falar falar (como costumo dizer) abrir o coração! Falar do que te magoa do que te irrita... e fazê-lo entender que assim não te sentes bem a viver! Quanto à família dele tenta ao máximo não ligar e não entrar em conflito (é o que querem que aconteça)! Senão começas a por as pessoas no lugar delas!
Mas fala com ele! A famelga não deve interferir no casal, ora essa! Era o que mais faltava! Ele casou com quem?
Ai desculpa, alonguei-me!

Sílvia Maria disse...

Pois é, aqui as meninas têm razão no que escrevem e concordo com a Elisabete quando diz que o facto de te encontrares stressada e cansada também não ajuda pois assim não consegues ver com clareza e tomar as atitudes certas, deixas-te guiar pelo impulso. Já sabemos que a família tem um papel importante mas a partir do momento em que casaram vocês são família e portanto têm que vir em primeiro lugar. Mas não é fácil ignorar nossos pais e afins pelo que para ele também poderá estar a ser complicado gerir a situação.
Calma, com calma e ideias bem claras conseguimos superar tudo.
Beiijinhos de força.

formiga disse...

Isso é um mal comum nos homens. O emu ainda é apenas namorado, mas tenho a certeza que se nos casarmos que a familia dele vai ser tal e qual o que descreveste. E tal como tu não tenho paciencia nenhuma pa gente assim.
Linda tem calma, respira fundo, conta até dez...

Dina disse...

Eu já falei com ele vezes sem conta. Falar de coração, calmamente. Ele percebe mas diz que não pode fazer nada. E eu não consigo fingir que está tudo bem. Felizmente ou não, a minha mãe sempre me ensino a ser «verdadeira», sem fingimento. E a família dele já nos prejudicou tanto. Dava para alimentar o blog dias a fios. Promessas que não se cumprem, dinheiro, tentar o pôr contra os meus pais, enfim. E muito eu não sei. Porque muitas das coisas a minha sogra faz queixinhas sem eu ver. Mas enfim... isso passa eu sei. Mas sei que nunca os poderei considerar por família por já me fizeram muito. Coisas que até se podem fazer a uma nora, mas a um filho? porque sim é a ele que prejudicam mais do que eu.

Estou-me a alongar. Mais uma vez obrigada pelo apoio. Não nos conhecemos e vocÊs sempre foram um grande apoio e dão-me muita força. É isso a magia das amizades virtuais. Obrigada!

Neni disse...

Dina, já tive alguém que não dava um passo sem a família. Cansei.
Pensei que iria ter como pré-requisito para os próximos, serem orfãos de pai e mãe, mas isso não aconteceu. Embora com o actual não tenha os mesmos problemas que tinha com o anterior, vejo-me com muitas reservas em relação à familia dele, resultados da relação anterior.
Boa sorte.

beijinhos

Kikas disse...

eu não sei, ainda vivo com a minha mãe e os meus avós, mas que tal dizeres-lhe exactamente isso, mas de uma forma suave? por exemplo enquanto lhe fazes assim uma massagem para que esteja relaxado ;)

Pecansis disse...

É o tipo se situações que me causa alguma impressão porque não sou de fazer fretes.

Tenta falar com ele e mostrar o que sentes. A situação é chata e cabe ao teu homem tomar uma atitude.

anaaaatchim! disse...

Acho que acabarás por te habituar a eles, e a saber viver com isso.

O casamento dá algum trabalho mesmo, não só entre as duas partes activas, mas pelo que envolve cada uma delas também!

Também passei por uma fase menos cor de rosa com a família do H., mas passou MESMO. Os pais dele são como os meus 2ºs pais, juro. (mesmo a minha sogra que infelizmente faleceu no ano passado... acabámos por ficar muito amigas, e faz-me muita, muita falta...)

Goma disse...

Calma minha querida!! Tudo há-de melhorar ;)