quarta-feira, 13 de maio de 2009

O maior mistério da vida...


... são os homens. Um espécimen muito estranho, com particulariedades próprias. O pior é que não conseguimos viver sem eles! E mais coabitemos com eles, mais estranhos se tornam. Será alguma disfunção genética que não lhes permite assimilar coisas básicas como:


  • Os rolos de papelão do papel higiénico ou do rolo de papel absorvente é para deitar no lixo. Não, não é para fazer colecção, nem uma montanha russa em cima do autoclismo.

  • As embalagens vazias de shampoo, gel de banho ou de gel também são destinadas ao caixote do lixo. Não, elas não se auto-reenchem por magia.

  • As partes menos visíveis do quarto (diga-se entre a cama e a parede) não são nenhum esconderijo secreto. Não é porque não se vê quando se entra, que se deve amontoar meias sujas, tee-shirts sujas ou roupa estendida que se irá voltar a vestir nos dias seguintes.

  • A bancada encontra-se limpa e é para se manter assim mesmo. Como é possível eu passar longos minutos a limpar a bancada para ficar completamente imunda só para aquecer leite, abrir um pacote de bolachas ou fazer um chá?

  • O tão famoso sentido de orientação do homem não funciona quando se trata de armários/ despensa. Nunca sabe onde se encontra o feijão enlatado, a frigideira e os medicamentos. Mesmo quando foi ele que o lá pôs.

  • O objectivo da roupa quando é colocada no cesto da roupa suja é ser lavada, bem lavada. Para tal, não é para deixar as meias (com chulé) em bola, as mangas e pernas de calças umas para dentro/ outras para fora, e não deixar a tee-shirt dentro da camisa e os boxers dentro das calças.

  • Há portas que são para deixar fechadas, como as dos armários da roupa e coisas que convém manterem-se limpas com a mesa da cozinha que não deveria chegar à noite com restos do pequeno almoço.

  • A farda é para ser arrumada entre utilizações. Não aplicar no primeiro objecto à vista como sofá da sala, bicicleta estática, cadeira da cozinha, tábua de passar a ferro, ...

O pior é quando tento explicar estas coisas ao macho lá de casa, ele olha-me como se eu é que fosse uma ave rara acabada de aterrar de um planeta alienígena. Será que os homens são todos iguais??

17 comentários:

Saltos Altos Vermelhos disse...

sim amori! São todos iguais ou então nós é que andamos todas a casar/juntar com o mesmo Homem LOL

Segundo Olhar disse...

Acredita que são todos iguais e ainda acrescento mais:

- quando pedimos de manhã (às 9h) para pôr a roupa a secar, não é para nós chegarmos a casa 10h depois e a roupa continuar na máquina.
- a embalagem vazia de café é para pôr para reciclar e não para deixar a entender que ainda há café.
- as cápsulas do café recém feito (ou mesmo as borras noutro tipo de máquinas) são para despejar!!

Ok, estas aconteceram-me no fim de semana, fora as que acabaste de mencionar.

Safa! É obra!!

Beijocas

Dina disse...

Afinal são mesmo todos iguais!! Casámos/juntámo-nos com homens diferentes mas vieram todos do mesmo planeta!

Segundo Olhar, esqueci-me dessas e da que «quando pedimos para descongelar o jantar(de manhã) não é para tirar do congelador as 5h da tarde!!»

Bjinhos...

kuka disse...

Ahahah,adorei este texto.eu tenho um destes em casa,mas estou casada com ele pela via do sangue,é meu irmão,só tem 14 anos,mas olha,o ponto 2,3,4,5,6 e 8 servem-lhe na perfeição.Passo mais tempo a gritar com ele do que outra coisa.E ele tem outro vicio que eu detesto,é anti-higiénico e dá-me vontade de lhe mandar dois sopapos na cara,que é:

-deixar os sapatos na entrada da cozinha.

Já lhe disse mil vezes que lugar de sapato não é na cozinha.Ando só a melhorar a minha ideia,mas a partir de agora vou pegar nos ténis dele e passar a mete-los no lixo(num saco sozinho,que é para ele ir lá buscar),que é para ver se aprende.
Acho que são iguais sim...

beijinho

Dina disse...

Lol homem é todo igual, seja ele marido, pai ou irmão! Essa dos sapatos é boa. Um novo ambientador e peras! Acho que ele não vai gostar nadinha de ver os sapatos dele no lixo, por isso... Força! Pode ser que ele aprenda ;) Bjinhos...

fatucha disse...

Estás correctissima em tudo o q escreveste...Será que eles quando nascem, já vem assim todos com os mesmos habitos/manias???

Dina disse...

Ai fatucha, acho que foi problema de série. Não há escapatória. Homem vem sempre com certos hábitos estranhos e incompreensíveis.

Verinha disse...

Já me fartei de rir com o post e os comentários! lol

Ontem tbm tive problemas desses. Disse-lhe de manhã para estender a roupa que tava na máquina, pa levar a roupa à minha mãe pa passar e pa não se esqucer de levar jantar para o trabalho.
Então a roupa não deu pa estender porque podia chover, mas também não meteu no secador, pk não sabia se era pra pôr ou não, a roupa à minha mãe não levou porque se esqueceu, o jantar não levou o que eu lhe tinha deixado porque acha que eu não disse nada!!
Viu a máquina da louça cheia de louça lavadinha, mas também não arrumou e meteu a suja no lava-louças!
Mas passar a manhã toda a jogar PC já pode, e já deu e já não se esqueceu e tal!
E depois inventam cada desculpa pa não fazer as coisas!!
Eu não lhe peço pa fazer tudo em casa, mas uma ajudinha ás vezes não faz mal a ninguém!!
Basta colaborar, colaborar! lol

Dina disse...

Ai Verinha, eu é que me ri com o teu «homem» :) Realmente há cada coisa. Se nós não dissermos tudinho, eles não conseguem lá chegar sozinhos! Ou esquecem-se. Ou inventam cada desculpa! Ou então dizem «não percebo o quanto importante isso é!»... Essa frase faz-me pôr os pêlos de pé! A palavra de ordem é mesmo colaborar! Por dois é tudo mais fácil...

Verinha disse...

O pior mesmo é quando eu lhe digo que dividindo por dois custa menos e ele responde "então nós dividimos tudo amor, eu sujo, tu limpas, eu desarrumo, tu arrumas, tu fazes o comer eu como!".
Dá-me cá umas ganas! Nem imaginas! lol
Uma pessoa a falar a sério e ele no gozo! lolol

Dina disse...

Engraçado, eu também já ouvi esta frase muitas vezes lá em casa hehehe

Verinha disse...

defenitivamente são todos iguais!! lol

Elisabete disse...

O homem realmente é um "bicho estranho"...
Mas também devo confessar, e agora vou contrariar todos os comentários feitos até agora, que conheço algumas excepções (raras, mas conheço)...
Acho até que nos dias que correm há pequenas coisas a que eles começam a ter mais atenção...Porque uma coisa é certa, se as coisas não lhes aparecerem feitas, da próxima já vão pensar duas vezes.

PS: excelente escolha de imagem :)

Elo disse...

Se não são iguais, são muitos parecidos, se bem que há algumas excepções...
O que eu não suporto: "Sou organizado na desarrumação! Mesmo que esteja desarrumado, eu sei onde estão as coisas."
Dá para compreender? lol
Bjs

Dina disse...

Elisabete. Felizmente há algumas excepções. Mas como a minha mãe diz: «alguns homens parecem os melhores do mundo, mas só quem vive com eles é que sabe a verdadeira besta que são» Desculpem a palavra mas a minha consciência ditou-me para citar ipsis verbis ;)
Acredita que o meu pelo menos pode ver certas coisas durante mais de uma semana que não se preocupava...
Bjinhos

Dina disse...

Elo, engraçado é que no escritório eu sou assim mesmo «organizada na minha dessarumação» e se arrumar os papéis depois desoriento-me e não sei onde foram parar lol. ;)

Laidita disse...

Onde é que eu já vi isto?! lol