terça-feira, 22 de novembro de 2016

Santuário | Andrew Michael Hurley


Este livro recebeu boas críticas e alguns prémios. Como estou numa fase de thrillers, foi uma escolha óbvia. Mas deixou-me um gosto agridoce. É um livro repleto de mistério, em que nada é dito, em que tudo é sub-entendido, em que tudo fica por esclarecer, com personagens complexas e algo sinistras. Não foi bom, não foi mau: foi estranho. Acho que é a melhor forma de definir este livro: "estranho". 

Sinopse:
"Dois irmãos. Um, mudo; o outro, o seu protetor. Todos os anos, a família visita o santuário que fica na desolada faixa de costa conhecida apenas como «Loney», desesperadamente à espera de uma cura. Durante as longas horas de espera, os rapazes são deixados sozinhos. E não conseguem resistir à passagem que se vislumbra a cada mudança da maré, à velha casa que se ergue ao longe… Muitos anos mais tarde, Hanny é um homem feito e já não precisa dos cuidados do irmão. Mas depois descobre-se o cadáver de uma criança, morta há muito. O Loney acaba sempre por dar à costa os seus segredos."

2 comentários:

Jo disse...

Não conhecia, mas pela tua opinião não fiquei muito curiosa também... ;)

Carpe Diem disse...

Parece-me bem interessante! Fica, definitivamente, na lista :)