terça-feira, 10 de maio de 2016

A mim tudo me acontece

Dizem que a profissão de Relações Públicas / Consultor de comunicação/ Assessor de Imprensa está na lista das mais stressantes e desgastantes. Há quem pense que é só croquetes e festas, mas não: é gerir expectativas impossíveis, prazos loucos, gerir interesses, prazos, fazer a ligação entre jornalistas e empresas (em que ambos têm que ficar satisfeitos), é ter crises impensáveis nos momentos mais inoportunos, é não ter horários, etc. 

Misturem essas exigências profissionais, um ritmo alucinante de muito trabalho, stress familiar, um feitio explosivo e tinha de dar para o torto.

Apareceram-me umas manchas no corpo há algumas semanas. Relativizei. Não há tempo para se preocupar com umas manchas. Depois começaram a aparecer em grande escala e a escamar. E olhei para elas e vi um cenário demasiado familiar. Já de consulta marcada para confirmar diagnóstico, acho que me apareceu aos 32 anos Psoríase. Posso soltar uns palavrões?

6 comentários:

Agridoce disse...

Podes! E deves! Boa sorte na consulta e pode ser só algo temporário!

O Diário de Pi disse...

uiiii ;(

Isabel disse...

A psoríase, e principalmente as crises, podem ser despoletadas pelo stress. Tenta abrandar e tirar um bocadinho do teu dia só para ti :)

Moa disse...

podes...que chatice :(

Jf Ga disse...

Pelo que escreve deduzo que já conheça a dita cuja. A minha psoríase já se manifesta desde a adolescência, há 20 anos, herança paterna. Já desisti, só tento apenas manter um ar apresentável. Neste momento estou à espera de umas idas à praia, pode ser que ela desapareça.

Que seja outra treta qualquer, com cura. Psoríase nem aos meus inimigos desejo. Não mata, mas... enfim.
As melhoras!

Dina disse...

Jf Ga: Infelizmente sei :( O meu marido tem e o meu sobrinho também, num nível muito grave. Amanhã já tenho consulta. Obrigada e espero que o verão ajude mesmo. Beijinhos