sexta-feira, 8 de abril de 2016

Há dias difíceis, em que têm que ser tomadas certas decisões, com impacto para o resto da nossa vida. Há dias em que temos que ser mais do que racionais. Há dias em que temos que aprender a viver com um nó no estômago para que o futuro seja mais risonho. Nesses dias, mais do que nos outros, choro a ausência do meu pai. Porque sinto que perdi o meu único grande amigo: aquele que é totalmente sincero, que não julga e apenas apoia. Bastaria ficar sentados, um ao lado do outro, de mãos dadas, para me dar forças, para saber que poderia contar sempre com ele. Ele iria ajudar-me e indicar-me os possíveis caminhos. Há dias em que me sinto só e em que sou um poço de saudades.

6 comentários:

Saltos Altos Vermelhos disse...

♥ - depois da tempestade vem a bonança! Acredita!

Dear Daisy disse...

Que a decisão tomada seja a melhor para ti.
Um beijo no teu coração.

Jo disse...

Oh Dina... beijinhos e força!

Agridoce disse...

Um grande, grande abraço, Dina!

Cynthia disse...

Deve ser uma sensação horrível :( espero não saber o que isso é por muito tempo! Força e beijinhos

Dina disse...

Obrigada a todas :)