quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Sugestões das boas

Há quem leia apenas no verão, quando está de férias à beira da piscina ou na praia. Comigo noto que leio mais no inverno, nas longas tardes de chuva quando a cria dorme, e à noite, enroscada numa manta no sofá, enquanto o homem vê os seus programas no Discovery (até porque com o Simão ficar estendida na toalha sossegada é impossível!) E o ano começou com dois livros muito bons.

Numa das newsletters que recebo da Wook, o livro "os Pecados do Pai" chamou-me a atenção e percebi que fazia parte de uma saga. Portanto, procurei o primeiro volume"Só o tempo dirá" e não me arrependi. É um romance com apontamentos históricos interessantes, de uma leitura fluída e cativante, e personagens ricas. O livro narra a vida de Harry Clifton desde os anos 20 até aos anos 40, em Inglaterra. Harry nunca conheceu o pai e é criado pela mãe, tio e avós. Uma bolsa de estudo faz com que a sua vida mude, principalmente quando descobre a verdade sobre o pai. Aconselho vivamente este livro e estou ansiosa por pegar no segundo volume.


Quando soube que este livro seria publicado fiquei entusiamada. Falou-se que a companheira de Stieg Larsson, depois de ele falecer, iria publicar o quatro livro da saga Millenium que o autor já tinha iniciado. Afinal, quem o publicou foi David Lagercrantz, sem o consentimento da esposa. Mesmo assim, não resisti e li o livro. No início foi uma leitura um pouco penosa: não sei se foi porque não encontrava ali os toques de Larsson. Mas depois, a leitura ganha vida e ritmo, a história está bem estruturada e tornou-se altamente viciante! Neste livro, reencontramos Lisbeth Salander e o jornalista Mikael Blomkvist, para uma aventura que alia homicídios, génios da computação e da matemática, violência e vingança. Recomendo!




6 comentários:

Karina sem acento disse...

Lembro-me de ter lido a trilogia Millenium em menos de um mes, nem dormia para poder ler. Por isso, estou muito curiosa com A rapariga apanhada na teia da aranha. So espero nao ficar desiludida, e' que Stieg Larsson sabia mesmo como deixar uma pessoa agarrada aos livros.

Jo disse...

O primeiro não conheço. Quanto ao segundo, ainda não li e estou num misto de entusiasmo e medo pelo que vou encontrar... Se por um lado quero muito saber o que vai acontecer a seguir, quero muito reencontrar a Lisbeth, quero muito perceber como o autor pega na história e nas personagens que não são suas... por outro tenho algum medo disto mesmo!! ;)

Agridoce disse...

Já os tenho na lista "to-read" :)

Coordenação de DTs disse...

Boa, fiquei curiosa porque adorei os anteriores.
Vi anunciar no AXN....mas estou receosa.

Cristina

S* disse...

Tenho messssmoooo de ler essa continuação da trilogia!

ML disse...

Preciso urgentemente de voltar "às leituras"!