terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Uma leitura leve para um mês atribulado


Os livros de Sveva Casati Modignani retratam sempre a história de famílias italianas, com destaque para o papel das mulheres na época retratada em cada livro e também na família da história; mesmo quando aparentemente as mulheres assumem um papel secundário na sociedade. São sempre mulheres fortes, que ultrapassam as suas fraquezas; são histórias que poderiam ser reais.

São livros leves, que nos envolvem e nos distraem. Gosto da escrita da Sveva. Tem livros melhores do que outros, sendo que o Desesperadamente Guilia e Baunilha e Chocolate continuam a ser os meus preferidos. Mas tem outros muito bons. A Família Sogliano é uma família ligada há séculos ao coral. O pai de família sofre um acidente mortal, que leva a família, e sobretudo a esposa Orsola, a um luto sem iguais, até porque no dia da morte do marido descobre um segredo que Edoardo nunca lhe revelou...

É uma leitura adequada para quem gosta de levar um livro para a praia (nota-se muito que estou a ressacar pelo Verão?).

6 comentários:

L. das horas disse...

Já ouvi falar tanto desta escritora, e ejo sempre imensos livros dela quando vou à fnac... tenho sempre vontade de comprar mas nunca me aventurei. Obrigada pela dica. Da próxima não hesitarei.

CurlyGirl disse...

Nunca li nada dela, mas estou cheia de vontade!

43 e picos disse...

hehehehe... só um cadinho :)
Também sou fã, e dói-me a alma ter emprestado o Baunilha e nunca mo terem devolvido, raios!

governor disse...

as mulheres em portugal"
Vem ai gente? Gente ,porque elas são animais, e os animais escondem se na toca; aqui nesta terra as mulheres são icebergs;são gélidas e anímicas ao sentimento alheio;criadas desde cedo a odiar e a repudiar, um homem sente se lesado,no conforto de ouvir umas palavras doçes;desconheçem doçura e por ventura sempre assim serão;criadas como ciganas e alheias ao amor; prosélitas damas com apertos de frustradas, a educação nem foi delas, mas dos santos paizinhos, que as ensinaram a odiar os homens desde a sua tenrinha idade; e assim quem quer mais busque além mar, lá para terra dos carnavais e dos merengues; porque aqui amar é proibido"

carlos a.c. liberal

Alex disse...

Só li o Baunilha e Chocolate e foi há muito tempo.

Rainha Ervilha disse...

Baunilha e chocolate, e a Viela da duquesa.
Os meus favoritos ;)
Sim, leitura de verão. leve.
A ressacar, também ;)