terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Para quando um novo membro na família?


As pessoas quando nos vêem têm que fazer sempre perguntas: há quem sente dificuldade em lidar com o silêncio, mas por vezes mais valia do que insistir em certos temas.
 
Além das perguntas da praxe «quando casas», «quando vem o filho» e «quando vem o segundo», agora têm o vício de me perguntar quando compro um cão ao S.
 
Eu sei que sempre quis que o pequeno crescesse em contacto com animais, mas ter um cão é nesta fase uma responsabilidade que não quero assumir. E não acho que seja egoismo. Vivo num apartamento pequeno e este já parece pequeno demais com os brinquedos espalhados e as tralhas todas associadas à maternidade. Esta casa cria pó de uma forma sobrenatural, quanto mais se tivesse também que limpar pêlo de cão. Já tenho suficiente que fazer com o pequeno para ainda ter que sair o bicho para passear. E os custos com alimentação/ veterinário?
 
Adorava ter um cão, mas prefiro abster-me do que me arrepender passado duas semanas. E se as pessoas pensassem de forma mais ponderada se calhar não haveria tanto abandono de animais. Daqui há uns meses poderei ponderar a comprar de um coelhinho, um hamster ou algo semelhante, mas um cão definitivamente não.

13 comentários:

Su disse...

E quando finalmente comprar um cão, o comentário será "Olha em que trabalhos te foste meter! Que um cão dá muito trabalho e muita despesa e é uma prisão e suja a casa". Enfim

Eu, Tu e o Meu Blog disse...

Eu também adorava ter um cão ...mas não quero mais uma responsabilidade. Até que acho que principalmente os cães devem ter espaço para correr e serem felizes *

ladybird disse...

Acho que tem razão. São decisões que devem ser bem ponderadas. Queria também alertar para o facto de os coelhos, parecendo que não, também ainda dão algum trabalho e despesa. Eu tive um coelho anão durante anos e posso dizer-lhe que as rações são caras, depois se lhe quiser dar feno, que eles gostam muito, terá que comprar os pacotes de feno, já tratado (para não trazer por exemplo, carraças e outros semelhantes). A gaiola o meu conseguiu destrui-la... tive que comprar 2. Depois a areia para a gaiola não cheirar mal e claro... todas as semanas mudar a areia, lavar e desinfectar a gaila.... ufff! E também têm que ser vacinados! E têm que ir ao veterinário também..... Portanto informe-se bem e tome uma decisão consciente.

ladybird disse...

Acho que tem razão. São decisões que devem ser bem ponderadas. Queria só alertar para o facto de os coelhos, parecendo que não, também ainda darem algum trabalho e despesa. Eu tive um coelho anão durante anos e posso dizer-lhe que as rações são caras, depois se lhe quiser dar feno, que eles gostam muito, terá que comprar os pacotes de feno, já tratado (para não trazer por exemplo, carraças e outros semelhantes). A gaiola o meu conseguiu destrui-la... tive que comprar 2. Depois a areia para a gaiola não cheirar mal e claro... todas as semanas mudar a areia, lavar e desinfectar a gaiola.... ufff! E também têm que ser vacinados!..... Portanto informe-se bem e tome uma decisão consciente.

Opinante disse...

Eu tenho a minha Juanita, mas sei que foi o maior erro que fiz foi dizer sim a este desejo do marido... é muito complicado mesmo, e num apartamento então... é coisa para puxar cabelos... Custos com comida, veterinário, cadeiras, portas, e algo mais que ele roa... é preciso ter a mente mesmo muito aberta, eu percebi que não tinha... agora é aguentar-me mas às vezes quando entro na cozinha parece que me dão avc's... é muito bonito e tudo e tudo e tudo, mas se fosse hoje não tinha dado o sim. É preciso tempo e espaço, e isso nós não temos.

*C*inderela disse...

LOL, ao menos foram originais. Essa do cão nunca tinha ouvido. Em relação às restantes, são perguntas irritantes.

Bjokas.

Chic Maria disse...

As pessoas gostam mt de viver a vida dos outros. A mim tb me estão constantemente a perguntar!

Dina disse...

Su: lol é bem capaz, sabes. As pessoas têm destas coisas :)

Ladybird: Obrigada pelo comentário: por acaso não tinha mesmo noção. Vou ter que ver isso muito bem. Mas tb seria só quando o pequeno fosse mais independente e já andasse.

Opinante: :( Imagino. Os meus pais tinham cães em apartamento e alguns eram verdadeiros terroristas e conforme sou com as minhas coisas, acho que me passava :)

Marisa disse...

Mania que as pessoas tem de dar opiniões sobre tudo.
Eu tenho um cão da raça jack russel. Veio lá para casa por gosto meu. Dá trabalho, despesa e tambem é preciso ter muita paciencia. Como vivo numa casa ele tem bastante espaço exterior para passar o dia. Mas sou sincera, quem não tiver mesmo gosto em ter um cão assim, não se arrisque na aventura, eles tem energia que nunca mais acaba, estão sempre prontos para a brincadeira. Em contrapartida é muito companheiro dos donos,divertido e inteligente.
No meu caso como as pessoas veêm que sou uma dona babada pelo cachorro, já me tiveram a lata de dizer que estou a precisar de ter um filho para acabar com os mimos ao cão. Eu lá tento explicar que cada coisa a seu tempo, mas ha gente sem noção das coisas.

Laura Santos disse...

Um cão , tal como nós também precisa do seu espaço. Ter um cão fechado num apartamento e só de pensar na obrigação de ter de levá-lo à rua várias vezes ao dia....fora o resto.

Dona Ju disse...

Olha as perguntas da praxe que já enjoam.. "Casório para quando?", "Já está na altura de um bebe não?" .. Epá mas será que toda a gente tem o habito de se meter na vida dos outros quando se trata de filhos e casório?
Ter um animal, seja ele qual for, é preciso ter-se tempo e espaço e ainda bem que não és daquele tipo de pessoas que "ai é giro ele quer prontos" e no final é um confusão desgraçada...
Tenho duas gatas e sabe-se lá quantas vezes me arrependi de ter adotado a segunda, epá uma era optimo, é super sossegada a segunda é um diabrete que me espalha tudo, tipo crianças, mas na vez de brinquedos tenho velas, pulseiras, colares, rolos de papel higienico, as pedras do meu Budah.. assim coisas do genero espalhadas pela casa...

*

algodão doce para duas disse...

Acredito que ter animais fazem muito bem às crianças (e a toda a gente) mas também acho que só se deve ter esta responsabilidade quando se tem condições para isso.
Cá temos cães, dois e mais um a caminho e temos gatos mas também temos uma casa com quintal. Num apartamento? Não sei se cães teríamos...
Um coelhinho parece-me uma boa opção :)
@Anna

Petra disse...

As pessoas adoram opinar porque penso eu tem vidinhas merdosas... fazes muito bem Dina, um passo de cada vez. e cães em apartamento não é nada boa ideia.
Para mim que cresci la em tras-os-montes com terre no grande e a ver os animais correr brincar a vontade não gosto nada disso de trancafiar os bichos num ap.