quinta-feira, 1 de julho de 2010

Obrigada


O meu sincero agradecimento a todas as que deixaram as suas palavras de carinho e apoio. Obrigada por estar desse lado a acarinhar alguém que nem conhecem pessoalmente. Há emoções e momentos da minha vida em que sou muito introvertida. Nunca falo com as pessoas que me são mais chegadas. Não consigo verbalizar a minha dor. Refugio-me num poço de solidão. E sei que foi por isso que quando perdi o meu irmão, o luto foi muito mais difícil. O Luís é o único com quem me consigo abrir. E aqui neste diário. As minhas emoções sempre fluiram no papel, escrever sempre me ajudou a libertar-me um pouco mais da minha pena. E quando sentimos o carinho de pessoas que realmente se preocupam connosco é reconfortante. Obrigada.

Eu quero ter pensamento positivo, oh se quero. Mas a realidade é demasiada crua. As palavras do médico demasiado óbvias. Os órgãos do meu pai estão a falhar um a um. Está a ter trombose atrás de trombose. E um enfarte que lhe matou metade do coração. Só tenho uma palavra a dizer: Filho da puta de cancro. Já são demasiadas complicações. O mundo que eu dava por certo está a desmoromar. Nunca mais nada será como antes...

25 comentários:

Filipa disse...

Um abraço apertadinho para transmitir força. Muita força. O meu pensamento está contigo e com o teu pai.

Beijo enorme.

Me disse...

Oh linda só me apercebi agora do que se esa passar...

Força. Muita. Toda a minha energia positiva está contigo!

Qualquer coisa que precises, sabes que podes contar comigo!

Gelatina de morango disse...

Minha querida, mais uma vez um grande beijinho para ti. Não consigo imaginar sequer o que estás a sentir, mas tens que ser forte! Tu és forte =)!

Nicas disse...

Olá Dina.
Custa muito passar por uma situação destas, parece que não sabemos lidar com nada, que somos impotentes por vermos quem amamos a sofrer tanto!
Tens de ir buscar forças aonde nunca pensaste que existissem.
Todas nós estamos contigo.
Beijo grande

Pauluxa disse...

Minha querida,
Mais uma vez um grande beijinho e um abraço cheio de força, como te entendo, é mesmo FP... do cancro.
Odeio esse grande nem sei mais que lhe chamar.
Força
Beijinhos e não percas a esperança.

Leana disse...

Um abraço muito apertado para ti minha querida. E, força!

Bjinho

a Gaja disse...

O Facto de não podermos fazer nada para ajudar os que amamos dói imenso. Tens de ser muito forte, mas compreendo bem a dor que estás a passar. UM abraço muito forte para te e para o teu pai.

sofia disse...

:(

Miss Kitty disse...

Querida, um grande beijinho cheio de força para ti.

Se precisares de alguma coisa, estou aqui!

**

Purple disse...

Oh querida, muita força para ti e para os teus.

Um beijinhu muito grande

Dia - a - Dia disse...

Espero que tudo corra pelo melhor. Força querida, muita força.

Bjins

Dina disse...

O que me revolta mais é receber «mensagens» a dizer-me que não posso estar assim porque já devia estar preparada para a morte dele. Será que alguém está a alguma vez pronta para ver partir alguém? Por mais complicações que tenha e por mais que a morte seja o nosso destino. Parece que sou eu que estou errada em estar triste. E cuidado que só me ouviu chorar...

Maçã e Canela disse...

estaremos aqui* força

Teresa I. disse...

Bem sei que não tenho nada a ver com isto, mas a verdade é que venho sempre ler-te e já és um bocadinho importante para mim, portanto vou dizer - deixa tudo e vai ter com o teu pai. Segura-lhe na mão e diz-lhe "estou aqui". Disso nunca te vais arrepender, independentemente da "ginástica" que tiveres que fazer para o conseguir (trabalho, marido, etc.). Não hesites. Vai ainda hoje. E chora muito. Chora tudo o que precisares. Na verdade nunca estamos preparados para algo assim. Mas quando nos podemos despedir, acredito que devemos aproveitar a oportunidade...
Um beijo grande!

Caty disse...

Não te conheço, nem me lembro se alguma vez comenti o blog, apesar de vir cá muitas vezes. Sou muito sensível a estas situações! E fiquei com o coração apertadinho! :(
Muita força! É um momento delicado, e só quem o vive sabe a dor e angústia que se sentem...
Junto-me à corrente de energia positiva, para te ajudar neste momento!

Bjs
Cátia

Vera disse...

Força Força Força!Nunca se está preparado!

Abraço apertado!

Big kiss!

Dina disse...

Teresa, obrigada :) é o que vou fazer ainda hoje mas só posso ir à noite porque infelizmente não posso sair assim disparada sem tratar de umas coisas (o marido fez ontem uma micro cirurgia e ainda está a recuperar :( e só tenho carro à noite). As tuas palavras estão tão certas. Sempre odiei despedidas mas sei que há algumas que são fundamentais para aguentar o que virá a seguir...

teardrop disse...

Concordo com o que disse a Teresa. O meu namorado perdeu o avô de cancro em Fevereiro também porque começou a ter cada vez mais complicações e eu disse-lhe o mesmo: larga tudo e vai... mostra-lhe que estás lá, diz-lhe o quanto o admiras e gostas dele. Ele foi e hoje sei que ambos temos a consciência mais descansada!
Porque eu não tive a oportunidade de me despedir dos meus avós que morreram de ataque cardíaco. E embora tenha sido há bastante tempo, ainda há muitas coisas cá dentro que lhes queria ter dito.

Muita força e muita coragem!
Beijinhos

Estrelinha disse...

Minha querida,

estou de lágrimas nos olhos... não há nada que se possa fazer, nem dizer nestes momentos.. apenas fazer sentir apoio e carinho... Larga tudo e vai para junto dele...

Força... :(

Sara disse...

Tens todo o direito de estar triste... Aproveita para estar com as pessoas que te fazem sentir bem e dar muitos miminhos ao teu pai!
Força para vocês todos! Beijinhos e abraços bem apertados.

Manuela disse...

Muita força, neste momento da tua vida. Beijinhos

Miss Star Pink disse...

Coragem e muita força! Estamos contigo.

Beijinho com carinho

Dear Daisy disse...

Minha querida,
é-me difícil arranjar palavras...
Sinto muito o que está a acontecer.
Tens aqui o meu ombro (leio-te sempre) se precisares.
Um abraço apertadinho...

Luar disse...

Minha querida

Neste momento nada mais te posso dizer para além de que te desejo força e coragem para lidares com tudo isto. Por muito que nos seja atirada a realidade para nos convencermos do que é inevitável, nunca estamos preparados.

Agora (como disse a Teresa) é largar tudo e estares com ele. Nada mais importa. Aproveita cada momento e por muito que custe nada é mais importante do que estar ao lado dele e te despedires e dizeres o quanto gostas dele.

Um beijo

Olhos Dourados disse...

Muita força para ti!