quarta-feira, 7 de julho de 2010

Erva-daninha


Até os jardins mais belos e mais bem tratados têm as suas ervas-daninhas. A nossa família é um jardim aconchegante que nos aduba para nos ajudar a crescer, que nos refresca a alma nos momentos de maior aperto, e que nos abriga nos momentos penosos. Mas o nosso jardim é invadido por silvas perigosas: a primeira filha dos meus pais. Sim, porque pode ter o mesmo sangue a correr por entre as veias, mas não a considero minha irmã.

Sempre magoou os meus pais. Desde a sua adolescência que tem sido uma besta. Mas não só para os meus pais. Até para os próprios filhos: tem ciúmes deles, faz-lhes chantagem psicológica, quer-lhes mal. E há 18 anos que ela faz das suas e ninguém faz nada porque sempre se fez passar por vítima e porque nos ameaçava com tentativas de suicídio (cujo algumas levou mesmo a cabo). É a filha que está mais perto de casa. E é a única que ainda não foi ver o meu pai. Sempre os desprezou. A última vez que o foi ver (depois de dois AVC seguidos com perdas físicas tremendas) a única coisa que soube dizer foi «pensei que estivesse pior».

O meu pai está no fim e quer ver os seus filhos todos. E ela não vai realizar este desejo. E dói-me por ele. Se ela vier chorar quando for demasiado tarde, eu mato-a. Juro que a mato e a ponho fora de casa. Eu hei-de a fazer chorar com razão. Como é que da mesma família podem nascer filhos tão diferentes?

30 comentários:

anf disse...

Força Dina,
no dia em que ela der conta pode ser tarde, e aí vai sofrer e muito e acredita que não te vais sentir feliz por isso.
bjo

Me disse...

Continuo a surpreender-me e a (quase) não conseguir acreditar que existam irmãos e filhos assim...

Força querida!

Bisouxxx

Miss Star Pink disse...

Na nossa vida temos livre arbítrio para imensas coisas: onde queremos morar; com quem queremos casar; que profissão queremos ter;... Por outro lado há coisas que nos são impostas e contra elas nada podemos fazer. Apesar de ser tua irmã não quer dizer que tenhas que gostar dela ou que tenham que compartilhar dos mesmos ideais e valores. Cada um de nós é um ser individual.
Não tens que te sentir triste (eu sei o q é isso), mas sim ignorá-la e pensar q não a escolheste como irmã, mas sim q te foi imposta.
Quanto ao teu pai é q é de lamentar. A rapariga não tem um pingo de humanidade. E sim, eu também a mataria.

Beijoca

algodãozinho disse...

Não consigo entender irmãos/filhos que se comportam assim quando têm famílias equilibradas.
Devem ser pessoas muito revoltadas ...

Suspiro disse...

Há pessoas assim, más e frias! Não vale a pena tentar entender isso... tens é de fazer a tua parte, estar lá, mais não podes fazer. Muita força beijocas

Marta Inês disse...

Sim, não és a única nessa situação.
Passa-se exactamente o mesmo com a minha mãe, mas neste caso é um irmão que vive a poucos metros da casa da mãe e não fala com a família porque a mulher não autoriza. E essa mulher é um invejosa e põe a vida negra as pessoas porque só diz mal de nós pela aldeia. Depois quando morre alguém enfia logo os pés lá em casa só para ver se calha alguma coisa da herança. Quando dávamos prendas aos filhos ela ia deitar ao caixote do lixo e quando era dinheiro ficava com ele.

A serio, não deixes que essa víbora entre em casa, ela não merece ter a família que tem

beijinhos*

teardrop disse...

Costumo dizer que a minha irmã é a maior preciosidade da minha vida. E sei que tudo o que já fiz por ela, ela também fará por mim. Sou mais uma das pessoas a quem custa acreditar que possam existir irmãos assim, mas tenho visto alguns casos que o confirmam... Quando for tarde ela irá chorar, talvez não seja verdadeiro no momento, mas um dia será e a dor vai certamente ser muito grande. Mantém a distância, não te envolvas demasiado, não te magoes por uma pessoa que não merece.

Beijinhos

aprendereorganizar disse...

Como é possível!Já não basta o que tás a passar e ainda tens que levar um tormento desses.Muita força linda:)

Purple disse...

Já diz o ditado "A família não se escolhe...".
Duas pessoas podem ser educadas da mesma forma e divergirem drasticamente pela sua personalidade.
No caso da tua irmã, parece-me mais loucura do que personalidade. E lamento imenso que esteja a magoar o teu pai desta forma.

Tenho pena que as pessoas não valorizem a família como deviam, afinal de contas é o melhor que temos na vida.

Beijinhu grande

formiga disse...

Força querida. Sinto muito que seja um grave sem mostras de retorno. ESpero que consigam satisfazer os desejos do teu pai todos, pois quem sabe se isso não lhe fará bem.

beijinhos e muita força

Clara disse...

Dina, precisas de ter coragem para enfrentar a situação com a tua irmã, no entanto, acho que ela só merece o desprezo. Deixa-a, ela vai sentir a falta das pessoas quando elas já cá não estiverem e viverá com o remorso de não ter sido diferente. Acredita que o remorso é o pior sentimento que se pode ter. As pessoas deitam-se na cama que fazem, lembra-te disso, e tu vais ser preciosa em ajudar os que precisarão de ti no momento da dor e do sofrimento, não te importes com ela, ela não merece tamanha atenção!
Fica com um beijinho e um abraço apertadinho.

Tita disse...

Como é possivel, filhos educados da mesma maneira, é memso...

Querida, nem imagino as preocupações que deves ter na tua cabeça, o querer agradar ao teu pai e sabendo à partida que ela nada fará.

Sinceramente e espero que seja daqui a muitos e muitos anos, mas ela vai haver uma altura na vida que vai aparecer se calhar cheia de soberba e dona do seu nariz a reclamar o que é dela, nessa altura mais problemas....

é o que se vê, o que se ouve e que enquanto o mundo for mundo, as ovelhas ranhosas vao sempre, mas sempre existir....
bjos cheios de força

Gelatina de morango disse...

É arrepiante!
E imagino que doa muito ao teu pai, mas ele tem a sorte de ter uma filha como tu para compensar (claro que cada filho é único e insubstituível) e tu vales por muito =)!
Beijinhos

Neni disse...

Tenho pena de gente tâo infeliz assim. Que coisa triste.
Foca-te no que realmente importa e esquece as ervas daninhas.
Custa-me sequer imaginar a dor pela qual estàs a passar...muita força, minha linda.
Beijos enormes

Dina disse...

Pois, Purple, sinceramente acho que é tanto de loucura como personalidade. Sinceramente não sei se algum dia terá remorso, porque afinal ela é que está bem. Em relação à herança, não tenham dúvidas: ela já reclamou a parte dela há um ano atrás quando foi diagnosticado cancro da bexiga ao meu pai.
Por mim ela é-me indiferente. Mas dói-me pelo meu pai, porque sei que o magoa muito. Porque ele perdoo-lhe tudo e ela disse-lhe coisas e fez-lhe viver coisas horríveis. Por mais ruim que fosse podia pelo menos salvar a face nesta altura. Ontem quando a minha mãe a suplicou a ir ver o pai, ela desligou o telefone na cara. Mas depois liga-lhe a chorar a dizer-lhe «eu gosto mt do meu pai...»

ANF: Sinceramente a dor dela é-me totalmente indiferente. Já o disse: um dia poderá passar mal ou viver como um cão, mas eu nem olharei para lá. Ela está morta para mim há muito tempo...

Rita G. disse...

Como é possível haverem pessoas assim tão más?? pode ser que um dia pague por tudo aquilo que está a fazer!! Bj linda e muita força!

lilita disse...

Sabes Dina com a minha avó passou algo muito parecido quando morreu alguns dos filhos não se falavam as heranças valeram mais do que a minha avó ela tb morreu a chamar pelos filhos e eles tiveram a coragem de não a ir ver e isso não tem perdão tanto que é o dia de hoje que eu não os posso ver para mim morreram naquela altura é o dia de hoje e para mim não tenho familia a dor ficou comigo e fiquei com angustia de saber que a minha avó morreu triste.E sempre fez tudo pelos filhos criou-os sozinha deu-lhes tudo o que podia,por isso entendo-te perfeitamente o unico que te digo é para aproveitares todos os instantes que poderes com ele,mima-o muito e diz-lhe vezes sem conta o muito que o adora.beijinhos e muita força

Fios de Vida disse...

É verdadeiramente arrepiante isto da tua irmã... E triste ao mesmo tempo por fazer sofrer todos à volta dela, especialmente em momentos destes. Há pessoas que não sei onde têm a cabeça e o coração! Mas no fundo são umas infelizes! Força e um grande beijinho!

Miss Apuros disse...

Possa passar por um momento destes e ainda ter uma irmã assim... nem quero imaginar. Muita força..Bjinhu grande

MissBlueEyes disse...

É difícil perceber... Eu AMO a minha irmã...

Deixo apenas um beijo... E força!

Arame disse...

Eu tenho sempre dificuldade em perceber estas relações mas vivo o mesmo na minha familia com o meu pai e o irmão, estarem vivos ou mortos para eles é igual. Triste como ha pessoas assim tao maus nem que aos próprios irmaos interessam...
Muita força!

Kikas disse...

eu sei o k isso é...há quase 7 anos qd o meu marido faleceu, recebi por parte da mãe dele o pior telefonema...segundo ela, para ela o neto tb th morrido...o meu filho, o nosso filho tinha 13 meses, eu th acabado de perder o meu marido e ela diz me aquilo???
sinto me tão só..o meu pai estava a morrer tb de cancro e aquela C**** tinha acabado de me destruir por completo.

Lamento apenas que o F nunca venha a saber que tem tios e primos por parte do pai...mas se depender de mim, nunca o ira saber.

Por isso sei bem o k é ter alguem na familia que não interessa.

força...se precisar de um ombro estou aki

Catarina

Dina disse...

Kikas: o teu comentário tocou-me muito. Espero que esteja tudo bem ctg pois deve ser uma situação muito dolorosa. Quando o meu irmão faleceu deixou mulher e uma filha de 3 anos. A minha mãe manteve a mesma relação com elas (ainda as ajudou mais) e foi imensamente criticada por isso pois se o filho tinha morrido não tinha nada que se preocupar com elas. Há pessoas que mereciam nunca terem vindo ao mundo! Obrigada pelo apoio ;)

Caia disse...

Algumas pessoas podem desiludir tanto, que custa a acreditar serem da família.

Força nesta fase menos boa da tua vida.

Kikas disse...

Obrigada eu pelas tuas palavras.

tudo na vida se ultrapassa...hoje estou bem.
Graças a Deus...hoje já consigo sorrir quando recordo o Pedro e o meu pai.

são estas pedras no nosso caminho que nos abrem os horizontes e nos tornam mais fortes.

um bj cheio de carinho e de força

Kikas disse...

Obrigada eu pelas tuas palavras.

tudo na vida se ultrapassa...hoje estou bem.
Graças a Deus...hoje já consigo sorrir quando recordo o Pedro e o meu pai.

são estas pedras no nosso caminho que nos abrem os horizontes e nos tornam mais fortes.

um bj cheio de carinho e de força

Violeta Extravagante disse...

Há sempre uma ovelha ranhosa, uma erva daninha, alguém que faz da sua vida, fazer mal à vida dos outros...Quando é da família dói a dobrar, tb tenho gente assim na minha. Primas. Como sou filha única elas eram como irmãs.
Uma sempre teve a maior inveja minha, nem sei pq. Sempre a tratei bem, sempre fui amiga, para o bom e para o mau.
Qdo a minha tia (mae dela) morreu, cortei as raizes. Já nada fazia ali no meio delas.
Se tenho pena? Tenho...mas sou mais feliz assim, sem dúvida.
Força...a família não se escolhe, mas podemos escolher as atitudes a tomar para com quem não nos respeita.
Beijinho e força

Brandie disse...

Eu acho que ela tem um distúrbio de personalidade. Não desculpa a atitude mas pelo menos explica e atenua a irritação, penso eu.

Dear Daisy disse...

Isso só pode ter uma explicação.
Essa senhora sofre de perturbações, desiquilibrios psíquicos graves.
Beijinho

Olhos Dourados disse...

Ainda bem que não tenho desses problemas com o meu irmao.